Páginas

Despedida


Eu falei de ti ao vento enorme,
e ele tentou levar a palavra:
mas tu não tinhas o ouvido,
e o mundo não te encontrava...

Então minha esperança morreu
sem ter mais nenhum sentido.
O claro vento não voltou mais:
perdera todo e qualquer motivo.

Porque estavas além do mundo,
do vento, da vida, dos braços meus...
Vais para o longe, entre a sombra.

E apenas te posso dizer adeus.


Clebson Moura Leal

Nenhum comentário:

Postar um comentário